Empreendedorismo feminino: 10 exemplos para se inspirar

Empreender é muito mais que apenas abrir um negócio. Também engloba identificar necessidades, aproveitar oportunidades, ter criatividade, ordem e muito planejamento.

Nesse cenário desafiador e repleto de concorrências, as mulheres são um grande destaque.

O empreendedorismo feminino se destaca pela habilidade nata de se organizar, pensar à frente, entender sua persona e a capacidade de liderar.

Nesse mês especial em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, trazemos 10 empreendedoras de sucesso que você deve conhecer e ter como inspiração.

São elas:

Zica Assis

Heloísa Helena Assis, trabalhou por um bom tempo em funções como doméstica e babá, até que seus fios de cabelo cacheados a inspiraram a fazer o que mudaria sua vida para sempre!

Com o objetivo de atender ao público de pessoas com cabelos ondulados, cacheados e crespos com produtos específicos e de qualidade, Zica fez um curso de cabeleireira e utilizava a oportunidade para testar os produtos, a fim de identificar os que mais geravam resultado.

Além de se ver muito na situação, Zica observou a necessidade de produtos voltados a essas personas.

Enquanto a oferta do mercado para os outros tipos de cabelo era abundante, para os cabelos ondulados a crespos era extremamente escassa.

Com isso em mente, ela uniu-se a mais 3 amigas para abrir o “Instituto Beleza Natural”, um salão especializado em cabelos crespos e ondulados, que já conta com quase 27 anos de história.

Atualmente, são mais de 40 unidades do Instituto por todo o Brasil.

Como consequência, Zica foi reconhecida como uma das 10 empresárias mais poderosas do país, segundo a Forbes.

Conheça Ana Fontes

Ana Fontes é sinônimo de inspiração e coragem à mulheres que não se acham mais “tão jovens” para empreender e correr atrás de seus objetivos.

Após trabalhar por 17 anos como executiva, a infelicidade na profissão a levou a deixar o cargo e a iniciar seu próprio negócio.

Como resultado, Ana identificou em sua nova empreitada os grandes desafios de ser uma mulher empreendedora. Por esta razão, decidiu dar origem ao que é hoje a  Rede Mulher Empreendedora, que é focada no empreendedorismo feminino.

Hoje, a rede conta com mais de 57 mil mulheres cadastradas, que podem usufruir de diversos serviços como a capacitação profissional de mulheres em situação de vulnerabilidade.

Sarah e Julinha Lazaretti: solução em meio a uma necessidade 

irmãs e empreendedoras Sarah e Julinha Lazaretti, criadoras da Alergoshop

O empreendedorismo feminino está completamente ligado a oportunidades que afetam, principalmente, a vida de outras mulheres. 

É o caso das irmãs Sarah e Julinha Lazaretti, criadoras da Alergoshop.

A empresa têm foco em soluções para pessoas com alergias.

A ideia surgiu a partir do nascimento da filha de Sarah que apresentou diversas alergias. 

Enquanto se deparava com a dificuldade de encontrar produtos específicos que atendesse a necessidade de sua filha, Julinha estudava sobre as alergias e, com tudo isso, as irmãs decidiram criar juntas o negócio, que tem atuação desde 1993.

Atualmente, a Alergoshop está espalhada por diversos estados brasileiros e conta com mais de atua com mais de 280 itens específicos para alérgicos.

Está gostando desses exemplos de empreendedorismo feminino, coragem e criatividade?

Então não deixe de acompanhar nosso post a seguir com mais 5 histórias de mulheres incríveis que fazem a diferença com seus negócios pelo Brasil e mundo afora! 

COVID-19

Sabemos que o país está passando por uma situação que exige cuidado e cautela. Seguimos com nossas atividades, mas redobramos a atenção com o protocolo de higienização, de acordo com a OMS, para garantir que tudo saia como você planejou para o seu negócio.  Vamos superar o cenário atual e estamos sempre prontos para produzir!

Continue ligado nas nossas redes para mais informações.